domingo, 31 de outubro de 2010

São Jorge freehand Airbrush Aerografia



Airbrush Aerografia Artista Plastico Dennis Aragão

tela 50x70 afegã Arte Aerografia sobre tela acrilica.

Aqui alguns trabalhos em Aerografia Automotiva que foram realizados no ano de 2010!



















quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Retrato Aerografia Fine Art

A foto de direitos autorais, portanto, só pode ser usado para fins de demonstração e não são vendidos como arte original.
Para este projeto você vai precisar do seguinte:

* Equipamento aerografo
* A pintura cores preto,sinza,preto tranparente bem diluido
* Superfície de pintura (eu usei placa da ilustração)
* Lápis de cor preto dágua
* Projetor opaco (ou habilidades de desenho)
borrachas.

airbrush
guidanc.com


Passo 1

Usando um projetor opaco, ou algumas habilidades de desenho muito bom, rastrear todos os detalhes da foto de referência para a superfície de pintura. Dê o máximo de detalhes que você tenha paciência para.

Airbrush Lição: O meu "ataque" típico é dividir o rastreamento em partes.
Primeiro, eu defino os detalhes mais importantes (as formas básicas, então eu marcar todas as áreas mais escuras, em seguida, leve e, em seguida, o que sempre eu tenho paciência para adicionar.

Leve o seu tempo fazendo isto - não se apresse. Esta é uma oportunidade para você parar de olhar para a imagem como um todo e começar a vê-lo como formas simples.

Eu uso um lápis velho liso ou lápis de cor de água para fazer o contorno.

Passo 2

Com as pessoas, eu sempre começo com os olhos.

Lição Airbrush: olhos bem prestados fazer uma pintura
Para pintar os olhos eu apliquei para a área dos olhos e cortar a íris, os destaques e os brancos dos olhos.

Primeiro pintou-cheia em preto - pintar essa área escura primeiro, assim que eu tenho uma referência para o verdadeiro negro vai ficar como na minha pintura

Em seguida remover a íris (parte colorida do olho) e com muito diluída de tinta preto transparente eu apenas em torno do anel muito para fora, onde a cor é mais escura. eu pintei anteriormente como um guia para avaliar a escuridão e deixar a cor do excesso de tinta no resto da região da íris.

a íris, eu uso uma borracha para criar os pontos de luz na íris ... manter a sua foto de referência perto e consultá-la frequentemente. Tente fazer com que a íris se parecem com a foto
Finalmente, usando a pintura extremamente diluído, eu adiciono a linha das pestanas superiores e alguns detalhes em torno dos olhos. Usando tinta muito diluída torna este processo muito lento, mas também limita os erros.

Etapa 3

Aqui está um close-up vista do olho direito (sua direita). Você pode ver que não é perfeito - mas que não tem os detalhes necessários para torná-lo parecido com um olho.

Neste caso, o branco dos olhos permanecem bastante branco por isso vou deixar cobrindo-os até o fim.

Etapa 4

Nota: Esta lição em aerografia fica um pouco "fuzzy" a partir daqui, porque, para mim, criando um retrato é de cerca de paciência ... Nos passos ... o que eu tenho feito é tirar uma foto de aproximadamente a cada meia hora para mostrar o progresso

Veja que eles não são nem remotamente perto de ser tão escuro como o produto final. Estes são apenas começando .... orientações e, se eu cometer um erro aqui, ele não irá afectar o resultado final.

Lição: diluída, você pergunta? Nos estágios iniciais de uma pintura preto e branco começar com cerca de 10% proporção de água e tinta. mas esse é um controle que posso fazer da minha maneira posso diluir mas pra alguns efeitos..

Etapa 5

Neste ponto, tenho escureceu as áreas mais escuras um pouco - notar que seu rosto está começando a tomar forma em alguns .... isso é feito exclusivamente por meio da observação, onde as áreas escuras ou na foto, utilizando as linhas tracei no começo e, lentamente, aplicando a tinta em passagens muito claras sobre as áreas.

Passo 6

Aqui eu adicionei alguns dos tons médios no cabelo e usou uma borracha ( elétrica) para trazer os destaques de volta e luz.Neste ponto,a pintura parece muito manchada e as formas não fazem,muito sentido visualmente.mas que ira melhorar ainda..você só tem que ser paciente.


Passo 7

Aqui eu fiz um monte de trabalho nos dedos para defini-los. Quando eu preciso, eu uso um escudo feito de um pedaço de papel para ajudar a definir as linhas. Há muito poucas arestas duras nesta foto, então eu não quero usar o escudo muito forte ou vai ficar muito "duro".


Passo 8

Esta foto mostra o trabalho realizado sobre os lábios.

Lição: Tenha muito cuidado ao pintar os lábios - eles raramente são grandes gravata borboleta em forma de manchas escuras no rosto de uma pessoa!

Seus lábios são mal mesmo visívelmente na foto de referência demorou mais de meia hora de muito levemente adicionar detalhes a eles que os fazem parecer que a forma como a pintura.
paciência.

Passo 9

Importante passo

Este é provavelmente o passo mais importante em qualquer aula de aerografia

Tome um pouco de fôlego, passear , qualquer coisa - apenas uma etapa longe da foto de um pouco para ter alguma perspectiva de volta!

Quando você trabalhar em uma pintura detalhada é muito fácil de não ser capaz de ver a floresta as árvores então procure afasta-se um pouco e observar bem a referencia e seus detalhes.

A mudança é sutil, mas faz uma grande diferença.

Etapa 10

Neste momento estou bastante satisfeito com suas características faciais e da mão - é apenas o cabelo que precisa de algum trabalho.

Cabelo crespo é duro! Há muito a dimensão dela, e de movimento que é difícil manter todas as formas retas
Para me ajudar a encontrar as formas e ser capaz de adicionar as sombras sempre que fosse necessário, eu lancei a obra inteira de cabeça para baixo - isso ajuda muito!

Lição: Ligando a pintura (a referência) de cabeça para baixo você pára de pintar o que você acha que deve ser semelhante e faz com que você pinta o que ele realmente se parece.

Etapa 11

E aqui terminei tudo!

Leve seu tempo.
* Vá devagar.
* Olhe para a sua referência.
* Observação.

Essas são as lições.
Boa sorte!!!

domingo, 3 de outubro de 2010

AEROGRAFIA HISTORIA

O princípio da pintura com spray não é uma invenção moderna, ele é quase tão velha quanto a humanidade, alguns cientistas acreditam que as pinturas antigas das cavernas eram feitas com algum tipo de tinta ou pó de carvão soprados usando um osso oco ou mesmo as próprias mãos. De lá para cá essa idéia de pintura com pó, foi sendo aprimorada e a no ano de 1873 Francis Edgar Stanley registrou a primeira patente para um dispositivo similar ao aerógrafo que nós conhecemos hoje. Entretanto até os anos 20 o uso do aerógrafo ficou limitado principalmente para retoque fotográfico.

Propaganda Aerógrafo Walkup de 1884

Enquanto novas máquinas e tecnologias eram desenvolvidas uma nova era da propagando nascia, e o aerógrafo era ideal para o que essa nova era trazia como principal novidade: grandes anúncios.

Liberty Walkup de 18

Aerógrafo Wold de 1897
primeiro a utilizar o conceito
de dupla ação com gatilho e agulha


Paasche MLS de 1930

Vários modelos Paasche

AB - Turbo de 1920 até 1980


Considerado um dos grandes nomes da propaganda , arquitetura e artes modernas Walter Gropius, fundador da escola Bauhaus foi o pioneiro a trazer o aerógrado para as finas artes e foi nesta escola, formada na Alemanha em 1919, que o aerógrafo começou a ser utilizado de maneira completamente diferente.

Na publicidade dos anos 30 a disponiblidade de novos produtos aumentou de maneira rápida e o uso do aerógrafo foi excelente para atender a demanda desta nova maneira de propaganda.

Naquela época dois artistas, especializados em retratar mulheres em calendários, se tornaram conhecidos, George Petty e Alberto Vargas.

Os retratos de Vargas principalmente, foram muito associadas as Pin-Up Girls, muito utilizadas pelos pilotos em seus aviões na Segunda Guerra Mundial, as chamadas Nose Art´s.

George Petty - Outubro de 1955

Alberto Vargas Abril de 1941

Alberto Vargas - Setembro de 1941

Gerge Petty - Outubro de 1948

Durante a guerra muitos artistas foram recrutados para fazerem pôsteres de propaganda de guerra . Um do mais conhecido era o designer Abram Games, que fez cerca de 100 pôsteres para as forças armadas Britânicas.

Os estúdios de Walt Disney usaram extensivamente o aerógrafo na produção de planos de fundo para seus desenhos animados, no filme Pinoccio de 1940 usaram o aerógrafo para fazer os efeitos de iluminação e sombras mais realísticos dos planos de fundo. Desde então o aerógrafo tem sido muito utilizado em animação e na mídia.

Nos anos 60 uma revolução para o aerógrafo começou, durante a era hippie, ele foi uma ferramenta excelente para produzir efeitos surreais e psicodélicos para a indústria da música, como capa de discos e cartazes, também foi muito utilizado para pintar desenhos em carros e muros, descobriu-se mais um uso para o aerógrafo, naquela década o uso da aerografia difundiu-se mundialmente através do grafite.

De lá para cá novos usos para o aerógrafo foram descobertos e ele vem sido usado nas mais diversa áreas que vão desde customização de automóveis, maquiagem corporal até confecção de miniaturas, não há mais limites para o uso desta versátil ferramenta.

Alguns vídeos demonstrando a versatilidade do aerógrafo.

sábado, 2 de outubro de 2010

Dennis Aragão 10 anos de Aerografia/Airbrush